14 de março de 2011

A alimentação dos bebês

A primeira papinha dos bebês é sempre um assunto recorrente entre as mães. Seja mãe experiente ou "novata", essa questão sempre gera dúvidas.

Com a intenção de facilitar para quem tem dúvidas e/dificuldades, hoje vou postar sobre algumas questões práticas para ajudar as mães no início da introdução de alimentos. Vamos lá!

A primeira papinha
As primeira papinhas a serem oferecidas ao bebê, não precisam de sal. O melhor mesmo é não colocar sal em nada.

Uma sugestão de legumes iniciais são: Mandioquinha, abóbora (pode ser moranga,
japonesa), cenoura, batata...para começar. Sabe por quê? Porque a ervilha, por
exemplo, pode provocar gases de início, assim como a batata doce. Á menos que
você coloque bem pouco. Tipo 3/4 de batata comum e 1/4 de batata-doce, por causa
do saborzinho que os bebês adoram. Beterraba também é bom e não costuma dar cólicas nem gazes.

Vagem, abobrinha e mesmo o quiabo podem ser colocadas assim que começar a fazer
com mais de um legumes, mas não vão causar qualquer problema se unidos já no
início, assim como o chuchu.

O espinafre, segundo pesquisas, possui um componente que rouba cálcio do organismo pois contém oxalato, e nunca deve ser consumido cru, por isso é melhor deixar pra depois. O bom é alface (só atenção pois alface demais dá sono antes da hora), rúcula e couve, que é rica em nutrientes e tem ferro. Tem ainda couve-flor, pra fazer creminho, chicória e brócolis.

As ervas frescas podem ser deixadas para depois. O coentro é a que exige maior atenção. O Nirá não tem problema, desde que colocado bem pouco. Depois, dá pra usar orégano também.

Uma receita fácil no vapor é feita com abóbora ou mandioquinha. É só colocar para cozinhar, depois de retirar a casca, e amassar com o garfo. A Abóbora, se tiver com muitas fibras, você pode bater no liquidificador com um mínimo de água. Não precisa de mais nada.

A mandioquinha, por sua vez, tem umas que acabam pedindo um pouco de sal. Só uma coisa: todo vegetal amarelo é rico em betacaroteno (cenoura, abobora, etc), então é bom atenção para não dar demais pois pode prejudicar a saúde do bebê.

O ideal é variar pelas cores mesmo. Uma hora dar amarelo, depois verde, depois vermelho, e assim por diante. Pois cada cor define os nutrientes dos alimentos.

Alimentos para intestino preso
Primeiramente, dar muita água para quem já se alimenta com mais que leite, e principalmente leite em pó, que resseca as fezes e dá constipação. E também lembrando: se o bebê tem intestino preso, não comece com maçâ, preferindo o mamão raspadinho. Suco de laranja diluído ajuda, cerca de meia hora antes da papinha salgada após a segunda semana da alimentação com colher.

Evite açucar refinado/branco e prefira o mascavo que tem fibras e nutrientes mais eficazes.

Não dê pão francês e quando os dentes já estiverem mais á mostra comece com pão integral que tem sementes oleaginosas como linhaça, gergelim, etc, ótimas para prisão de ventre.

As verduras são excelentes para ajudar no trabalho intestinal. Não cozinhe pois perdem a vitamina C. Coloque nas papinhas, bem picadinhs, no final do cozimento: couve, repolho ou alface.

Separe parte da comida e misture, e não coloque em toda ela pois se o bebê não
gostar você não perde tudo. Algumas folhinhas de salsinha são sempre muito boas para acrescentar clorofila e vitamina C ás refeições, e também ajudam o trabalho intestinal.

Sopas e Cremes
Sopa com caldo ralo, sem cor e com um gosto "meio assim" ninguém gosta né? O que dizer de uma criança? O caldo mais grosso sempre é mais atrativo.

Colocar parte das batatas no início do cozimento é o ideal. Se faz com proteína animal, refogue primeiro a carne e em seguida acrescente os tomates picados e as batatas que separou. Cinco minutos depois, os outros ingredientes.

Até que tudo fique cozido, a batata se dissolve e engrossa o caldo. Pode ser feito também com mandioca, mandioquinha...O sal deve ser colocado no início do cozimento. Para apurar, só quando estiver cozido, e bem pouco.

Beterraba com sal tem que ter muito cuidado para não alterar o gosto natural. Berinjela e abobrinha também, por isso alguns legumes não suportam muito a combinação com sal sem perderem o gosto.

Salsinha e outros verdes devem entrar como tempero após desligar o fogo, ou segundos antes. Se colocados no início, os valores nutricionais se perdem completamente.

Fiz outros posts com Receitas de Papinhas, Sucos e Sopas para quem quiser ter uma idéia do que fazer com ingredientes. Basta clicar nos links ou nas tags. ;)

Este post teve a colaboração da leitora Materna Kelly Savioli da Key Slings. =)

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!