21 de abril de 2009

Doenças da infância

Quando os nossos filhos ficam doentes, é normal a gente se desesperar.
Claro, nosso bebê está ali, doente, sofrendo. A gente não tem como tirar isso deles.
E depois de alguns dias sem dormir, é normal a gente se desesperar por eles e por nós.

Não vou dar aqui nenhuma receita caseira para baixar febre, curar conjuntivite, nada disso.
hahaha.
Quero, mesmo, é falar sobre como lidar com isso. Como nós podemos ajudar, sem ser farmacologicamente.

Mas, então, o que se faz, numa hora dessas?
O normal: deu febre, toma antitérmico. Deu inflamação, toma antiinflamatório. Deu infecção, toma antibiótico. Deu alergia, toma corticóide, antihistamínico. É rápido, fácil.
Só meio caro.
Financeiramente também. Mas caro para a saúde dos nossos filhos. E para o meio ambiente.

A primeira coisa que a gente precisa saber é que é normal ficar doente. Gripe, resfriado, kafunshou, catapora, conjuntivite viral..... Normal!
Doenças que vêm e vão sem remédios.

Além de normal, são essas pequenas doencinhas que fazem o sistema imunológico funcionar, fortalecer e amadurecer.
Em outras palavras, faz bem!

Claro, ninguém gosta de ver o filho com febre. Mas a gente precisa saber que o sistema imunológico está funcionando. E que, se a gente interfere, a coisa pára de funcionar.

A gente pode dar suco de laranja, mexerica, morango, kiwi, suco de limão. Pode fazer sopinha, okayu, dar banho morno, soro caseiro para hidratar. Tudo isso é natural, não vai tirar nenhum dos sintomas. Mas tem sua dose de vitamina, de conforto. Então vale. Tudo o que ajuda, sem efeitos colaterais, vale.

Mas remédios.... vamos deixar para quando eles estiverem doentes de verdade, que tal? Senão o corpo acostuma e, quando precisar, não vai ter o efeito necessário.

Minha receita: calma, paciência (que filho doente e mãe sem dormir costumam não ser uma combinação muito legal. haha) e confiança. Tire um tempo para ficar com o seu filho, porque ele precisa desse tempo. Deixa a casa, deixa a roupa, deixe as compras. Cuide só do bebê. Beije, abraçe, nine. Logo passa.

1 comentários:

Livia Luzete disse...

hummmm,acho que já aprendi um pouco sobre esse assunto! (rsrsr)
Tem um desafio (sobre onde vc mora)e selinho, pegue à vontade. Bjkas a vc e família.

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!