14 de janeiro de 2011

Para relaxar no Trabalho de Parto

Lendo e relendo relatos, relembrando meus partos, assistindo videos de nascimentos humanizados, eu me lembrei dos mantras que usei durante meus TP's e alguns que li e que achei muito interessante para serem repassados as mães que vão ter um parto pela primeira vez.

Para quem não sabe, a boca e o canal de parto (vagina) tem uma ligação direta. Abrir a boca, cantar, entoar mantras, beijar e tudo mais que tiver ligação com a emissão de sons ajuda com o relaxamento do corpo e facilita a dilatação e o parto em si.

O parto é dividido em fases: Fase inicial, fase ativa, fase de transição e expulsivo.

Em cada uma delas, um determinado comportamento ajuda o processo ser mais fácil, e faz com que a dilatação ocorra mais facilmente.

Com o uso da respiração correta, posições confortáveis, massagens de compressão, água quente (banheira ou chuveiro), movimentação do quadril, bolsa de água quente na lombar, exercícios de relaxamento, geralmente o processo flui bem e tranquilamente.

Quando a "coisa" aperta, entoar os mantras (ou qualquer coisa que esteja ligada a abrir a boca) reduz muito a dor. Ouvir palavras carinhosas e positivas também ajuda muuuuuito (essa é para os acompanhantes...hehe)

Pega a caneta, anote tudo e compartilhe com seu marido, mãe, amiga, ou quem quer que seja que possa te ajudar na hora P.

Aaaaaaaaaabre: enquanto entoa esse mantra, imagine o seu canal de parto se abrindo lentamente, a cada contração.
Veeeeeeeeem meu filho (a): A dor vem devagar, vai subindo, alcança um pico e depois decresce. Imagine seu bebê, centimetro a centimetro, vem cada vez mais, descendo pelo canal, sendo apertado pela pressão das contrações, como um abraço de seu corpo acalentando-o, para que logo ele esteja em seus braços.
Eu te recebo/aceito: Receba e aceite toda dor e a alegria por ser mãe. A maternidade é alegria, mas é dor também, e o parto é "fichinha" para o que vem depois. ;-P
Menos uma: quando a dor for demais para você e achar que não vai mais aguentar, pense que é MENOS UMA contração, e não que virá mais uma. Pense que, logo, logo seu bebê estará em seus braços. O pensamento positivo faz maravilhas.

Aqui alguns links de mantras que amigas adeptas do budismo que passaram. Para quem pratica meditação fica a dica:

http://www.youtube.com/watch?v=suWYpXu8C8M

http://www.youtube.com/watch?v=_h2rFVPCSPE

http://www.youtube.com/watch?v=d63COahIpVM

http://www.youtube.com/watch?v=X-rBQhGXKr8

Alguém tem mais dicas de frases ou mantras que utilizou no TP e gostaria de compartilhar com as leitoras do blog?

Deixe seu comentário

3 comentários:

تشىشاهىش Janahína Borges ** Dança do Ventre de Corpo & Alma disse...

Amiga Parabéns pela coragem e por dividir sua experiencia!!! agora estou com mais forças ainda para seguir no meu propósito de ter meu bebe no aconchego do meu lar, com meu marido e meu filho me apoiando e fazendo deste momento o mais emocionante das nossas vidas. Decidi a 1 semana ter meu bebe em casa, um parto natural, humanizado e familiar!!! rsrs... seu depoimento me ajudou muito... alguns detalhes como quando e onde cortar o cordão umbilical??? a cor e aparencia de uma placenta normal??? ainda me deixam um pouco apreensiva... se puder me dar mais detalhes eu ficarei imensamente grata... MEU EMAIL: janahinaborges@hotmail.com. Gostaria muito de que nos tornássemos amigas e pudéssimos trocar nossas experiencias...

Bjsss

Jamile disse...

Olá, adorei seu blog, vou sempre entrar aqui pra conferir. Vc deve ter muita dica pra me passar como mãe.
entra no meu blog e siga tb se gostar, comecei agora, mas esta ficando super informativo.
Grande beijo
www.passeioscomcriancas.blogspot.com

Mamãe Larissa disse...

Eu falava "vai passar, vai passar, vai passar..." Mas teve o momento do "Ai meu Deus, me ajudaaaaaa" hehehe E Ele ajudou!

bjs

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!