8 de setembro de 2008

Complementar com leite em pó: sim ou não?

Aqui no Japão eu percebi que a amamentação é uma escolha pessoal, pelo menos aqui onde moro.

Sei que os medicos incentivam o aleitamento materno, mas a opção é da mãe. Se a mãe opta pelo leite em pó, tudo bem, ninguém explica os porques, ninguem fala nada a respeito.

O mais comum aqui é a mãe dar o peito e complementar, e quando o bebe chega aos 6 meses, a mãe para de dar o peito porque já não tem mais leite.


Queria esclarecer alguns pontos:

- TODA MÃE TEM LEITE, exceto raras exceções. Tudo o que vier contra essa afirmativa é mito.
- NÃO EXISTE LEITE FRACO, o primeiro leite é o colostro, que é o primeiro alimento que o bebe precisa tomar, depois de 48 horas vem o leite propriamente dito.
- CADA BEBE É UNICO, e tem suas particularidades, pode mamar muito, pode mamar pouco, uns choram mais, outros menos, a livre demanda é o melhor a fazer. Não se deve impor regras e horarios para um bebe que acaba de chegar ao mundo.
- A NATUREZA É PERFEITA, e a produção de leite materno só aumenta, se aumentar a demanda. Quanto mais você amamentar, mais leite vai ter, e vice-versa.

Em alguns encontros de mães aqui no Japão, seja na escola de minha filha, no hospital, em clinicas pediatricas, eu quase nunca vejo as japonesas amamentarem, e quando o fazem é de forma bastante reservada. Eu respeito, por creio que isso faz parte da cultura delas, mas não significa que nós precisamos fazer o mesmo.

Eu amamento em publico e ainda não fui recriminada por isso, minha filha vai fazer cinco meses.

No ultimo encontro de mães de bebes com 4 meses, quando cada bebe deveria estar com mais ou menos 7kg, minha bebe, a mais magrinha, pesava 6kg, cheia de saúde e quase engatinhando.

Os outros (quase 20 bebes) estavam na faixa dos 8kgs, alguns viravam, outros não, alguns com a pele cheia de alergias, outros resfriados. Todos mamavam leite em pó.

Isso não quer dizer nada?
Para mim quer. Eu não desejaria ver minha pequena bebe doente, e isso é que faz GRANDE diferença.

Voce pode perguntar: Seus filhos não ficam doentes?
Eles ficam doentes sim, mas as doenças graves (bronquite, diarreia e outras) só pegaram eles depois que desmamei.

Além do que, passamos por fases de reações de vacinas, sintomas pré dentição e periodos de crescimento de forma muito tranquila.

Minha experiencia de amamentação, depois de quatro filhos, me fez acreditar no poder do Leite Materno e eu não complementei com leite em pó. Aliás, mesmo depois de desmama-los em torno de 2 anos, eu nunca fui muito de dar leite, porque não acredito nessa necessidade.

Mas cada caso é um caso. Essa é a minha história, mas cada um tem a sua.

Qual é a sua historia?
Você complementa? Complementou? Porque?
Recebeu orientação médica para complementar? Porque?
Queremos conhecer sua experiência com a amamentação, deixe seu comentário.

8 comentários:

Anônimo disse...

Oi Rosana!
Muito bom seu blog, nossa sua bebe tava com 4 meses e 6 kg a minha com 4 meses tava com 5 kg e pouco ainda, mas acho que e porque nos somos baixos agora com 6 meses ela ta com 7 kg, nas kensa de 1 mes eu era a unica estrangeira e a unica que so dava o peito, as japonesas nao costumam amamentar mesmo, nao entendo e um povo que tem habitos alimentares mais saudaveis e nega um alimento tao saudavel para seus bebes. Sera que e porque sao tao reservados e tem vergonha de dar o peito pra criança.
Eu tbm so dou o peito nao dou complemento porque nao precisa ne no leite materno tem tudo pra que complementar, agora que minha nenem ta com 6 meses ja ta comendo e ta gostando rs, meu filho tbm so mamou no peito ate 1 ano e seis meses porque ele nao quis mais, so depois ofereci leite mas ele nao gosta ai dou yorgute queijos no lugar, eu tbm nao gosto de leite tomo mais leite de soja nem meu marido nao gosta ai ele tbm toma yorgut no lugar.
Eu mamei na minha mae ate 3 aninhos rs.
Beijos.

Vanda Fujimoto disse...

Esqueci de colocar o nome no comentario acima e ficou como anonimo.
Desculpe

Rosana Oshiro disse...

Vanda Parabens!
É isso mesmo!
confie em vc e na sua intuição materna e com certeza vc estara fazendo o seu melhor!
um beijo
Rosana

chrisdudu disse...

oi rosana, parabens pelos teus blogs, essa e a primeira vez que comento, tenho duas filhas, uma de dois e outra de sete meses, ambas nasceram de parto cesarea, tive pre-eclampsia e entrei na faca na correria...minha primeira filha so desmamou do peito qd descobri a gravidez, mas foi tranquilo, a nw ser por ela estar com uma anemia que foi tratada durante um longo ano!!segundo o medico, a culpa da anemia foi pq ate um ano minha filha mamou exclusivamente no peito...nw queria comer nada, mas mesmo assim era uma bezerrona, foi triste, viu, todos os meses exame de sangue e ferro via oral todos os dias...mas passou graças a DEUS!!!a segundinha mama no peito em livre demanda kkkk pesa com sete meses 10 kgs!!!faz um mes esta comendo de tudo, desde sucos, frutas ate papas!!!mas como da primeira bebe, nw pretendo complementar com o leite em po!!!

chris disse...

uma outra curiosidade e que minha primeira filha nasceu numa clinica particular, uma das mais carinhas, mas la me incentivaram de cara a dar o leite em po, a segunda como tive o risco de desenvolver a pre-eclampsia novamente, fui direto pro shimin biyoin, e la desde de sempre, foi exclusivamente leite materno!!!mas minhas bebes sao enjoadas kkke so mamaram no peito, nunca pegaram mamadeira ou chupeta, a caçulinha ja toma ate agua no copinho!!!ate que eu tento dar mamadeira qd vou p rua, tiro na bombinha e talz, mas ela so faz pose p foto kkkkk!!as vezes a gente pensa que pq ta pagando cara vai ter a melhor orientaçao e que nada...numa outra oportunidade escrevo a respeito do parto e prometo desde ja, estar por aqui sempre!!!beijinhoss

Vanda Fujimoto disse...

Olha as clinicas particulares geralmente incentivam dar leite em po porque eles ganham e cima disso e pura propaganda. Pelo meno na que eu tive os dois eram propagandas dos produtos da Meiji, a mulher vinha no quarto ensinar a preparar o leite hohoemi da Meiji e dava varias propagandas de outros produtos tbm e uma caixinha de leite de graça. Eu so agradecia e no fundo falava ´pra mim mesma vai esperando que vou dar leite em po, eu tenho o leite que ganhei ate hj guardado vou acabar dando pra alguem como fiz da primeira ganhei ate mamadeira da clinica mas dei tudo embora, desde a primeira gravidez eu tava decidida so dar o peito e falei nada nem ninguem vai tirar isso de mim, eu so fiquei triste que a clinica que eu tive e muito boa mas depois que o bebe nasce eles so tiram fotos e levam pro berçario e da mamadeira e so fui amamentar no outro dia e logo ela começou a mamar bastante ai ficou no quarto direto comigo, e notei que as japonesas nao se esforçam muito pra dar so o peito nao quase todas estavam so na mamadeira.

Ursa Maior disse...

Onde tive meu filho, eles fazem campanha de amamentação. Mesmo ele tendo sido transferido pro Byoin, eu ordenhava de 3 em 3 horas, dava o peito toda hr qd ele tava na clinica, e checavam toda mamada a pegada, posição, orientavam. Tinha massagem na mama todos os dias.
Eu tinha MUUITO leite. De fato cada bebe é um ser unico, e o meu foi largando meu bico depois que deixou o hospital.
Eu não mamei no peito, meu irmão mamou. Tivemos as mesmas doenças,nada serio, por enquanto nenhum eh mais forte ou mais fraco, ele com 32 anos, eu com 25, ambos saudaveis e felizes.
Doença grave? Tivemos bronquite depois dos 5 anos, mas que foi embora com a natação.
Não tive outra experiencia, mas meu filho mamou apenas no primeiro mes e agora toma leite em po.
Comecei dando complemento, pq ele nao sugava quase.
Confesso que fiquei desapontada com o byoin, que administrou leite em po sem me consultar, jogou o leite que eu levei fora, pq eu levava mt mais do que o filhote bebia. Tambem pq falaram no ato da internação que eu poderia amamentar nas visitas, e quando cheguei la,disseram q nao nos primeiros dias, e quando meu filho saiu da encubadeira, eles deixavam eu amamentar apenas 5 minutos, e davam complemento. O mesmo pediatra, na consulta de 1 mes, nem ligou pra alimentação, nem perguntou nada, soh q leite ele tomava e a quantidade, pra colocar no boshi techo. Alias, nem foi o doutor, foi uma enfermeira antes de entrarmos no consultorio...
No meu proximo filho, sim, vou tentar amamentar outra vez, cada um eh um. Mas não acho errado complementar, ou dar mamadeira. O importante é a criança estar bem, crescendo forte, feliz e com muito amor. Saude tambem, mas saude nao eh soh leite materno. Escrevi sobre isso no meu blog, se interessar...

Pitty disse...

Eu tive minha filha em uma clinica, nessa clinica o enfoque deles é a amamentação, tive varias aulas e eles sempre me passaram ensinamentos seguindo o who e a unicef, não cheguei a ver nenhuma lata de leite em pó por la, minha filha ficou comigo em tda estadia, tive um pouco de dificuldade no começo para amamentar, as enfermeiras apenas vinham e colocavam ela no meu peito, faziam massagem tdo dia pela manha, observava eu amamentando pra ver como estava a pega,tdo dia assistia um video q a clinica fez, era uma matéria e o médico explicava tdo processo da clinica dele para a amamentação, tb assim que fui para o quarto ganhei um monte de revista e papel falando sobre a descida do leite e a importancia do leite materno... porém,talvez por não falar o nihongo bem, tive uma certa dificuldade mas jamais pensei em desistir, o meu leite ja tinha descido só q chegou a empedrar e a nenem não estava ganhando peso, somente qdo eu tirava com a bombinha e dava no copinho q ela aumentava... dai as enfermeiras viram q eu não estava com a pega correta, numa noite veio uma enfermeira, me explicou passo a passo, era como se fosse um anjo enviada por Deus rsrsrsr, qdo ela foi embora eu abracei meu marido e comecei a chorar, e desde então é um momento prazeroso tda vez q minha filha pede bonyu rs
ah mas eu só vi essa diferença qdo minhas amigas me falavam q nos hospitais q elas tiveram a enfermeira ja pegava e dava mamadeira com leite em pó e sem permissao da mãe... e qdo a assistente social veio em casa e viu o nome da clinica e logo disse: o medico da amamentação!
eu perguntei sobre banco de leite mas a assistente disse q aqui no jp,o leite extra q tira joga fora na pia. No Brasil salva vida de muita criança com leite doado né
minha filha está com 1 mes e 24 dias pesando 4920g somente leite diretamente do peito rs e sem complementação, ela nasceu com 2912g

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!