2 de setembro de 2008

O primeiro Amamentar

Importantíssimo!
Cada coisa em seu tempo certo...
Maternidade vêm com uma gravidez seguida de amamentação:
Primeiro saiba mais sobre o mamar humano e depois sim sobre o desmame e a alimentação do bebê.


Poderíamos começar do início e dizer que os seios foram feito para amentação, que todo os seres mamíferos veio ao mundo para amamentar, que todos os animais (irracionais), criados para esta condição, o fazem sem mesmo tentar não querer e que somente os racionais raciocinam contra, mas não será preciso, uma vez que já é provado o quanto a "tecnologia" natural é mais perfeita e sem más conseqüências.

Para quem não conheçe ainda um estudo mais apronfundado sobre o colostro humano, saiba que este líquido aparentemente de cor fraca contém probióticos (lactobacilos) naturais e outros inúmeros benefícios.

Os probióticos são os eternos aliados do intestino, e você sabia que o intestino é o ponto de contato mais frágil entre o exterior e o interior do corpo.

E quem, alguma vez, não teve algum problema com o famoso intestino?
Será que fomos bem amamentados?

Toda mãe quer o melhor para seu filho, então amamente! Se esforçe!

Passe adiante uma humanidade saudável!

Ainda não foi possível criar industrialmente, para bebês, um alimento mais saudável e completo que o leite materno.
Toda criança até seus 6 merecidos meses de idade têm direito a uma alimentação mais que saudável para crescer firme e forte!

Grandes são os números de informadores sobre a amamentação e diversas são as causas para trazê-la a tona, mas pouco vou dizer agora, somente uma pequena introdução do grande fato amamentar; a primeira e mais saudável, alimentar o bebê até os 6 meses da forma mais saudável, e também quero destacar problemas que a sociedade não vê mas pode ser crucial para todos num futuro nada distante.

Bicos de plásticos e borrachas para ajudar a destruir o planeta, leite de vacas para ajudar a judiá-las e ainda colaborar com as más praticas nesta indústria maléfica e perigosa, sem contar a transformação para o pó e oferendo aos nossos filhos cada vez mais uma alimentação duvidosa.
Podemos deixar certas tecnologias para os robôs e vamos lembrar mais da natureza!

Não são somente anticorpos que o leite materno, principalmente o colostro (primeiro leite) possui. Existem diversos outros benefícios como diversos tipos de proteínas entre outros. E o que parece ser simples, comum e lógico ainda não é muito estimulado por mães de bebês nascidos em baixos níveis econômicos no Brasil e que causa uma das principais mortalidades e morbidades neste grupo, devido a doença Escherichia coli mais conhecida como E.Coli, responsável pela infecção e diarréias em bebês recém-nascidos.
Leite materno é a primeira vacina!

Vejam abaixo uma bela infografia sobre o assunto:



Até os 6 meses do bebê a mamãe pode descansar e simplesmente se cuidar para o bebê (principalmente no comer, alimentação),
há tempo de sobra para pesquisar o que virá depois!
OBS: Não existe leite fraco, somente as mães que não amamentam!

Este texto é total incentivo à amamentação única e exclusiva até os 6 primeiro meses do bebê.
O texto é um concluso de diversos textos e estudos, inclusive científicos e não uma mera opnião.

Concluindo: Existem ilimitados produtos produzidos industrialmente, que com certeza ajudam a humanidade, mas nada é mais certo e perfeito que a natureza da vida.
Estamos numa geração muito inovadora! Por isso nossos avós parecem mais saudáveis que nossos pais e nossos pais ainda tem concepções mais fortes que a nossa!

A Amamentação do bebê é um direito humano que ele ainda não pode exigir, é o dever da mãe atender!

A OMS recomenda a amamentação exclusiva até seis meses e só, é o ideal!

Diga não ao câncer de mama, amamente!

Em breve mais postagens detalhadas e depoimentos sobre a amamentação, aguardem!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!