4 de março de 2009

Os primeiros dias após o parto

Por Thais Saito

Então, você está no final da sua gravidez, tudo ótimo, tudo organizado para receber o bebê.

Será que tudo, mesmo?
A comida, a roupa, a limpeza, as visitas.... Quem vai cuidar dessas coisas?

O que você espera dos primeiros dias com o bebê em casa? Você pensou nisso?

Ah, aquele bebê é a coisa mais linda do mundo! Daria para ficar o dia todo só olhando aquele serzinho, não?

Infelizmente, para quem não tem empregada, a coisa não é tão simples....
Visitas chegam, você nem conseguiu escovar os dentes, imagine então, lavar o banheiro?

Para quem teve parto normal (de preferência, sem episiotomia), quase nenhuma dificuldade. Dá para fazer tudo. Para quem teve cesárea, uma episio, alguma complicação, aí o caso é outro. fica meio difícil fazer as coisas.
Fora que bebê dá trabalho. A não ser que seu bebê seja um bebê anjo, como foi minha Melissa, que mama, doooooorme, mama, doooooooorme. Eu podia trocar a fralda dela que ela continuava dormindo. Podia passar aspirador que ela não acordava. he he he. Já os outros dois....

Eu tenho comigo algumas dicas que ajudam.
- Ter alguém que possa ajudar. A mãe, a irmã, o irmão, o pai, o cunhado, a cunhada, a melhor amiga..... Qualquer pessoa que possa te ajudar a fazer qualquer coisa, é bem vinda. Confie em mim. hahahah. Só não vale deixar a pessoa tomar as rédeas da sua casa, né? Combine, por exemplo, que a pessoa vem e te ajuda com a limpeza da casa duas, três vezes na primeira semana. Nem é pra fazer faxinão, mas uma ajuda básica. Depois, quando você se recuperar, pode ajudar essa pessoa. Se você não tiver ninguém (eu não tive), garanto que a gente se vira. Não é motivo para panicar.
- Deixar a comida pronta e congelada antes do parto. Faz um caldeirão de feijão e congela em porções de um dia. O mesmo com a mistura. Deixa a salada lavada, em saquinhos separados para os primeiros dias (só lembre de secar bem antes de ensacar). Uma preocupação a menos. Comidas prontas não são lá... saudáveis (os obentôs também), mas são uma ótima pedida quando não se tem mais comida pronta.
- Dormir sempre junto com o bebê. A gente precisa recuperar as energias gastas no parto, mesmo. Se você não jogar lixo no chão, huahauahauah, já não vai ter muita bagunça, mesmo. Isso para as mães de primeira viagem. Para as que têm mais de um, hehehe, sinto muito. hauahuahauahauahuaha
- Delegar. O marido precisa ajudar e precisa entender o momento. Aliás, ele precisa fazer, porque o filho também é dele. Só não fique reclamando atrás dele que a louça foi mal lavada, a roupa foi estendida erroneamente, tem cabelo no chão.....
- Tenha um sling ou um wrap. Você prende o bebê na barriga e pode, por exemplo, lavar a louça, estender a roupa, escovar os dentes, ir ao banheiro..... O bebê adora. Você vai precisar de um pouco de prática para pegar segurança, mas logo a coisa flui. Pelo menos, o cabelo vai estar penteado e os dentes escovados. Mas também não precisa lavar as paredes nos primeiros dias.
- Relaxe..... saiba que todo mundo passa por isso. A casa nunca mais vai ficar impecável. O cesto de roupa suja nunca mais vai ficar vazio. O chão nunca mais vai ficar sempre brilhando. E a pia nunca estará vazia. hauahauahauauahau. Aceeeeita que é assim, mesmo. Que uma hora, a gente entra no ritmo. A gente e o bebê.

7 comentários:

Hidemi disse...

q medo!
minha casa vive uma zona isso sem filhos...
nunca fui chegada a vida de amelia e soh limpo, cozinho ou lavo, qdo to com mta boa vontade, qdo acaba coisas limpas, ou qdo nao suporto mais tanta sujeira... ou seja... qse nunca...
agora com a chegada do bebe eu vou estar perdida!
soh espero nao perder o bebe no meiop das roupas sujas...

Soraya disse...

UHAhuHUHUA
Suas matérias são as mais engraçadas.
E deve ser realmente uma loucura... vou aproveitar enquanto não tenho \o/
Beijos

Aika disse...

Putz,Thais...os primeiros dias sao terriveis!!Porque sera que a gente fica parecendo loucas?Vc ficou com cara de louca?Porque eu fiquei,alias,nao soh a cara,pirei mesmo!Era bb chorando e eu nem sabia como amamentar direito.Cachorro reclamando q estava na hora de fazer xixi la fora,marido que nao sabia onde estava guardado nem a propria meia,a casa de cabeca pra baixo,"recusei" visitas...
huahuahuahua...gracas a Deus passou.Agora,soh dente,q as vezes escovo as 3 da tarde...huahuahua
Kelly

Pitty disse...

Nem me lembre dos primeiros dias rs, hj vendo o que eu passei, nem sei contar como consegui rs, mas a gente consegue sim, só tinha meu marido para me ajudar, graças a Deus não tive episiotomia porém, a mente não conseguia pensar em tdo ao mesmo tempo, acho que não sei bem o que é ter quarentena, a única coisa que não fazia era pegar peso, mas de resto tentava fazer o que podia, eu lembro que meu marido perguntava o q precisava comprar dai eu falava tal mistura dai ele chegava e não tinha cebola nem alho pra cozinhar ahuahauhau.. Eu fazia tdo o mais prático, comecei a dormir junto e ficava grudada com a nenem o dia inteiro pois ela chorava bastante se largasse, dai ainda tem que ouvir que to acostumando mal aff, pra ajudar ninguem vem, mas pra dar palpite e deixar nossa mente ainda mais incucada.. mas temos que confiar muito em nós mesmos, nossos instintos não falham e a gente consegue sim, com ou sem ajuda!

Pitty disse...

outra coisa tb, tento tomar banho na parte da manhã pro cabelo secar até a hora de dormir sem ter que usar secador, dai como estou sozinha, espero a nenem dormir, mas é só ligar o chuveiro eu começo a ouvir ela chorando rs, dai eu desligo o chuveiro e fico prestando atenção, mas mesmo assim não consigo saber direito, tenho que ir até a porta mas nunca é nada rs, coisa da cabeça mesmo kkk

thais disse...

Huahuahauha, gente, eu tomo banho todo mundo junto quando estou sozinha.
Eu sempre tive cara de louca. Nos primeiros dias (do terceiro filho, principalmetne) noooooossa. hauahauhauahauahauhauaha
Minha sorte é que meu marido sepre foi legal e ele ou trazia comida pronta ou fazia pra todo mundo. vivia ajudando nas coisas de casa..... Mas eu também conseguia fazer tudo. Sempre com filho no colo, hauhauahauahuaha. é mais difícil, mas é possível.
Só lembrando que a gente precisa dar uma descansada, dormir, relaxar. O corpo precisa se recuperar e a gente precisa dar leite!

beijo,

Isa Trivelato disse...

Nossa Thais,realmente ajuda é sempre necessário, ainda não tenho filhos, não tive essa experiencia ainda, (um dia quem sabe)mas posso te falar de uma experiencia que tive que foi sem dúvida nenhuma muito difícil, tive que operar no nihon, de apendicite, cheguei em casa após uma semana de internação, e a casa estava uma zonaaaaaaaaaaaa, recebi visitas, e claro, super constrangida com aquela bagunça toda!Até que veio a minha amiga Ro Oshiro, e me ajudou muito, me animou, me fez esquecer da dor, e ainda por cima arrumou minha cozinha, ela foi tão especial,que nunca mais esqueci, daquele ato de solidariedade e amizade, que naquele momento foi mais que confortante, foi um colo de mãe!
Gostei muito das dicas, e vou levá-las para a vida toda comigo, espero que quando eu tiver um filho, eu saiba colocar tudo o que aprendi nesse post em prática!
beijosss

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!