22 de dezembro de 2008

Meu bebê não para de chorar!!!!


Por Thais Saito

A Melissa nunca chorou. Era incrível! Em dois segundos, eu conseguia entender o que ela estava querendo e pronto, acabava.
Aí veio o João. Gente, como ele chorava!
E chorava uma, duas horas. Direto. Não parava!
Quando ele, finalmente, parou, começou o Zé. E chora, chora, chora..........

E o seu bebê, também é chorão?

A verdade é que todos os bebês choram. Uns mais, outros menos.

O choro dos bebês atinge o pico quando eles chegam a, mais ou menos, 6 semanas de vida. E tende a passar, com o tempo.

Agora, por que eles choram?
Por vários motivos. Como eles não conseguem dizer "Mãe, estou cansaaaaaado...", nem mostrar isso em gestos, eles choram.

Quando um bebê começa a chorar, a gente precisa, antes de tudo, ficar calma. He he he. Missão impossível, mas necessária.
E checar a listinha:
- Está com fome?
- Está com a fralda suja?
- Está com frio?
- Está com calor?
- Tem alguma coisa incomodando? Por exemplo, uma coceirinha, uma blusa que está picando, um barulho alto.
- Está cansado, super estimulado, entediado?

Se você amamentar, trocar a fralda, cobrir, depois tirar toda a roupa e colocar outra de algodão orgânico, se certificar de que não tem barulho alto demais, nem incômodo, nem nada assim. Se você mostrou um brinquedo, tirou o brinquedo, colocou o bebê em um lugar sem estímulos (cores, formas, sons em excesso), tentou amamentar e o bebê continuar chorando, aí vem a parte difícil.

Alguns bebês, especialmente os mais novinhos, estão acostumados e ficarem no colo, embalados dia e noite, 24 horas por dia, 7 dias por semana, numa temperatura amena, sem barulhos altos, sem luzes. E isso mudou, de uma hora para outra. É normal eles ficarem assustados. Então, pegue seu bebê e faça com que o mundo dele fique o mais parecido com o útero que você conseguir.
Isso dá pra fazer assim:
- Enrolando o bebê em charutinho. Os braços bem presos, bem firme.
- Chacoalhando o bebê, sem machucar, mas balançando. Isso você faz ou mexendo os braços, mesmo, ou andando, dançando.
- Fazer barulhos, como cantar uma música que você vivia cantando quando estava grávida. E colocar o rádio ligado fora de sintonia, no tsssssssssss mesmo. Esse barulho lembra o barulho de dentro do útero. Serve secador de cabelo, aspirador de pó...
- Amamentar. Com o bebê preso, o rádio ligado, amamente.

Se, mesmo assim, ele continuar chorando, calma! Ainda não é hora de você chorar!
Ligue o chuveiro ou encha o ofurô e entre junto com o bebê. O contato com a água é maravilhoso, acalma que é uma beleza. E assim, junto com você, eles acalmam mais fácil ainda. Só atenção: se você estiver sozinha, deixe tudo preparado para a saída do banho, porque nesse frio.... Separe as roupas, as toalhas, a fralda. Tire o bebê, enrole em na toalha e se troque. Depois troque o bebê. Senão ele vai ficar irritado por sair do banho, ter que colocar roupa e ainda ficar esperando você se trocar? Que falta de sensibilidade! hauahuahauha

Se nem o banho funcionar, aí, sim, vamos pensar que talvez sejam cólicas. E como saber? Faça massagens na barriguinha. Compressas quentinhas também funcionam. Se ele se acalmar assim, aí........ Talvez ele quisesse massagem, talvez fossem cólicas.
Se o bebê tiver cólicas, mesmo, eu não acho legal dar remédio, nem chá. Você tome o remédio e depois amamente. Senão o gosto do remédio pode piorar o humor da criança. Sério.

Em último, último caso, deixem chorar. Tem bebê que só quer chorar, mesmo. Pegue no colo, dance, faça o que sua consciência mandar. Mas se não tiver jeito, deixe chorar, mas mostre que você está lá. Assim, vai se formar o vínculo de confiança entre vocês. E saiba que passa. Em 3, 4 meses, os choros tendem a melhorar muito.
Então, mães, calma.... Calma. Passa. Mesmo que a gente ache que não. E depois a gente quase não lembra.

Agora uma coisa que funciona muito bem aqui em casa: ligar a filmadora, a máquina fotográfica na TV, a webcam, qualquer coisa que faça eles se verem. Aqui, o choro pára na hora!

Imagem daqui.

3 comentários:

Pitty disse...

todos nós choramos porém ha uma grande diferença nas coisas que fazem um adulto e uma criança chorar,
-separar-se durante uns minutos da mãe
-tentar fazer alguma coisa que não consegue
-notar algo de estranho e não saber o que é
-necessitar de alguma coisa e não saber como a conseguir
essas coisas para uma criança é como uma desgraça e podem acontecer diversas vezes num dia só..
já para um adulto as desgraças são completamentes diferentes.. como perder um amigo, ser despedido no emprego, ou seu time ir para segunda divisão... e essas acontecem somente de vez em qdo, agora imagine isso acontecer várias vezes num dia só, os adultos tb iriam chorar o tempo todo né
Eu sempre ouço as pessoas falarem pra não pegar no colo que vai acostumar mal, ai falam tb se a fralda não está suja, se não quer mamar, se não é frio ou calor, então é manha... poxa vida eu fico louca qdo escuto uma coisa dessa rs, a criança é inocente, ela sente amor de verdade pela sua mãe, não é interesseira, ela não quer a mãe somente porque ela tem leite para te dar, ou pq tem uma fralda limpa e nova.. jamais, ela necessita do aconchego e as vezes somente de um abraço.. quem é que não gosta e precisa do abraço de quem a gente gosta, não é verdade!
eu sou muito a favor de dar muito carinho, amor e atenção, acho q nunca é demais, se isso para os outros é mimar então eu vou mimar muiiitooo minha filha rsrsrsr

Hidemi disse...

no you tube tem uns videozinhos legais
uma materia do fantastico sobre enrolar o nene bem enroladinho e fazer barulhos enqto balanca suavemente
um video japones, que ensina a fazer barulho com agua na boca, que lembra o som que o bebe ouve no utero...
e um sobre massagem que acalma o bebe e o deixa relaxado pra dormir melhor
vale a pena conferir

andrea disse...

oi meninas, bem legal o blog, parabéns pela iniciativa !
bjs e boas festas

andrea- superziper

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!