29 de outubro de 2008

Diana Budreckas - Shizuoka


No dia 06 de fevereiro eu e o Lê levantamos e fomos ao hospital na consulta de pré-natal. Chegando lá fiz o exame de urina e fui fazer o NST. Fiquei quase uma hora na salinha eu, o Lê e o Jô(meu mininho mais velho).
Depois fui me consultar com o medico, e para minha surpresa, era uma medica!
Ela fez minha ultrassom e foi medir minha dilatação, já que estava de 39 semanas e não tinha mudado muito estava com 4 cm. Fomos conversar e a médica me perguntou se eu queria me internar para induzir o parto e eu com medo disse que não, disse que queria que nascesse natural. Eu não queria induzir mas a medica falava que minha placenta estava ficando velha já, e que estava branca mesmo.
Eu não quis me internar então resolvemos que se ele não nascesse até o dia 14 eu iria me internar....
Fomos embora e fiquei sentindo um pouco de dorzinha, mas pra mim era normal pois, sempre que o medico me fazia exame de toque, sentia dor depois, mas essa dor continuou durante a noite toda, só que não me incomodava, e era de 5 em 5 minutos (já eram contrações).
Amanheceu tomei banho acordei o Lê e disse pra ele então resolvemos ir para o hospital liguei pra Alice(tsuyako) e ela me disse pra ir com as malas já, liguei na creche pra ficar com o Jô(shin ei landia) e fomos deixa-lo lá.
Logo depois fomos ao hospital. Eu estava nervosa, chorando por ter deixado o Jô na creche...pois eu não queria deixa-lo lá, queria que fosse comigo (mas ele não poderia neh??)
Chegando ao hospital fui para a maternidade e encontrei com uma colega que estava indo fazer o exame do pezinho do bebê dela. Eu estava nervosa, e ela e o Lê estavam tentando me acalmar me dizendo que não é a pior dor do mundo.
Fui fazer o exame estava com 6 cm de dilataçao então me internaram isso eram umas 9:30 da manhã na sala pré parto, e o Lê ficou do meu lado.
Nossa, as enfermeiras eram um amor! Toda hora vinham medir minha dilatação, pediam desculpas, com licença.
Lá pelas 3 da tarde, chegou uma japonesa em trabalho de parto, nossa como ela sofria chegava a gritar...
Logo depois que nasceu o nene da japa, a medica me chamou para estourar minha bolsa nessa hora eu estava com 8 cm de dilatação. Elas falavam que estourando minha bolsa era mais rapido de dilatar isso era umas 4:20.
Depois que estouraram minha bolsa fui direto para a sala de parto.
Chegando lá, me colocaram o soro, chamaram a Alice e falaram para o Lê ir buscar a nossa camêra. A sala estava cheia de pessoas, (enfermeiras, parteira e a médica)e o Lê a meu lado, só que eu não estava sentindo dor (a dor do parto) então elas falavam assim:
- Quando vier a dor vc faz força...
Mas eu não estava sentindo dor então comecei a inventar uma dor na minha cabeça e fazia força e nada dos meus 2 cm de dilatação dilatar e o Lê já estava ficando preocupado pois já fazia mais de 1 hora que eu estva lá e nada!!!
Pedia agua e o Lê com toda paciência me dava na boca.
E como é diferente do Brasil, eu pedi para eles trocarem aquele lugar onde apoiamos a perna pois não estava conseguindo fazer força naquela posição e trocaram por aquele normal de quando vamos ao GO e nada do Lipinho nascer.
Então a medica Okada sensei resolveu trocar dinovo e nada e ela me dava anestesia no colo do utero dizia que era para amolecer e nada e eu olhava para as enfermeiras falava que não ia conseguir e elas me diziam que eu era capaz. Olhava para o Lê e ele ali me dando forças, foi quando a medica me mandou ficar de cocoras, e quando fiquei e fiz força uma vez, na segunda vez eu me lembro que senti uma tontura, e uma enfermeira balançou a cabeça dizendo pra mim que não, que eu não desistisse, que eu ia conseguir. Foi ai que a parteira viu a cabecinha do nenê, e todos ficaram felizes e pediram para eu deitar que estava quase nascendo.

Logo depois eu comecei a sentir os puxos, e foi ai que comecei a sentir a "dor mesmo" e não demorou nem 5 minutos e vlup, o Fillipe nasceu!
Todas enfermeiras vibravam e falavam pra mim fazer o "hahahaha" e eu não conseguia pois a emoção tomava conta de mim e do Lê e era um "chororo' só, um momento único de felicidade que jamais será esquecido...
Perguntei se ele era perfeitinho e fomos para a sessao de fotos... rsrsrs
Tirar a primeira fotinha com papai e mamae e a medica me costurando logo depois pedi para amamentar meu menininho que estava chorando e elas me deram ela e nisso chegou o medico que fez o meu pré natal (Utsuu sensei)
Foi me dar os parabens e falar que todos ficaram impressionados pois eu não gritava e nem gemia de dor estava calma e tranquila...
Fiquei 2 horas ainda na sala depois veio 2 enfermeiras me limpar e me levar ao quarto para descansar!!!
Foi assim...
Ahhhh!!! Esqueci de colocar o horario mais o Lipe nasceu as 18:03 no hospital Seirei Mikatabara, momentos que jamais serão esquecidos...
Estamos planejando agora outro bebe, uma menina, sera que consigo???
Meu sonho é ser mae de uma menina so tenho homens...rsss
Diana Budreckas - Hamamatsu

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!