13 de fevereiro de 2011

Empoderamento: exercendo seu poder na hora de escolher



O texto abaixo está na integra no Mamiferas, e serve para pensarmos na forma com que fazemos nossas escolhas na maternidade.
Boa Leitura!




Afinal, de onde é que saiu essa história de empoderar? Palavrinha estranha! Confesso que estou bem longe de iniciar aqui uma discussão etimológica, mas me parece óbvio que é a tradução direta de Empowerement. Mas por que diabos escolher dizer “empoderar” ao invés de usar uma tradução mais simples e comum como “fortalecer”, por exemplo?

Porque, acredito eu, a grande questão não é a de ser forte, de agüentar o tranco. Empoderar é mais do que isso. É realmente descobrir, reconhecer, vivenciar, assumir e fazer uso do seu próprio poder. Não é segurar a onda e aceitar algo imposto, mas sim impor seus desejos e suas vontades, chamar a responsabilidade para si mesma, bater no peito e dizer: vem, que a escolha é minha, tô aqui pro que der e vier!

Empoderar é como crescer e se assumir mesmo. Amadurecer, conhecer e lidar com riscos e conseqüências. Tem gente que já nasce assim, empoderada por natureza, mas acho que é raro. Em geral é um processo de crescimento e autoconhecimento, que envolve muita autoconfiança, muita segurança, muita certeza do que se é, do que se quer e de onde se quer chegar.

Lendo isso tudo aí você pode até pensar: nossa, passei longe de empoderar! Mas é que não é algo assim que acontece de uma hora para outra! Experiência própria. Pra mim foi um longo processo, levou muito tempo, custou algumas lágrimas, certas frustações acumuladas e boa dose de fichas caindo, de entendimentos, mas um belo dia eu enfim percebi que empoderei como mãe!

Falta muita coisa ainda. Falta empoderar como profissional, falta empoderar como mulher, falta empoderar como cidadã, falta empoderar em vários outros aspectos da minha vida, mas um enorme passo foi dado e é daqueles que não tem volta mais. Esse tipo de poder não é retirado mais. É algo que passa a fazer parte de você, ainda bem!

E você? Já tomou consciência do seu próprio poder? Se sim, como é que foi? Ainda não!? Que é que tá faltando?

"...Perder-se também é caminho..."
(Clarice Lispector)

1 comentários:

Nicole Passos disse...

empoderar é uma palavrinha muito especial pra mim!!! tive que bater pé firme pra inclui-la no meu tcc sobre amamentaçao... e tive que fazer muitas descobertas pra definitivamente internaliza-la e ME empoderar!!!! estou no caminho, cada dia chego mais perto! =)

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!