10 de janeiro de 2009

Massagem Perineal

por Maíra Duarte

O períneo é uma das regiões do corpo muito importantes de ser cuidada durante a gestação. Um períneo com boa elasticidade e força se expande no momento da saída do bebê sem sofrer laceração. O uso de óleo no corpo, o consumo de ghi e azeite de boa qualidade são bons parceiros da massagem perineal em um bom pré-natal.

Aqueça em banho-maria um pouco de óleo de gergelim puro prensado a frio ou ghi.
Deite se com uma toalha velha em baixo do quadril para não correr o risco de manchar a cama ou os lençóis. Se você tiver um parceiro e ele quiser realizar a massagem é mais fácil, mas você mesma pode aplicá-la. Molhe a ponta dos dedos no óleo morno e passe em toda a região do períneo, que une o ânus à vagina, lubrificando-o. Com os dedos indicador e médio abra a musculatura da vulva e deslize os dedos ao longo dela. Vá aumentando a intensidade da abertura e sinta a musculatura sendo estendida. Nos primeiros dias faça uma massagem suave com intuito de hidratar. Após os 3 primeiros dias aumente a intensidade da abertura.
O movimento é tanto de deslizamento como de expansão no sentido das laterais do
corpo, como se você quisesse ampliar o diâmetro do espaço delimitado pelos músculos. Realize a massagem continuamente com bastante óleo, aumentando a intensidade aos poucos e de vagar. Não tenha, porém, medo de ser intensa. Lembre que a cabeça de um bebê vai passar por alí e a região deve estar bem preparada para estirar sem lacerar.

Observe a ilustração

Você pode massagear toda a musculatura dando ênfase à parte superior do oito de músculos e à parte de ligação com o ânus. Pratique todos os dias de 5 a 10 minutos nos últimos dois meses de gestação.

Óleo de gergelim
É muito popular na Índia e extremamente utilizado no Ayurveda devido ao seu benéfico efeito de controlar o elemento ar. Nutre principalmente os sistemas nervoso e ósseo (o que inclue unhas e cabelos) e alivia dores musculares.
Untuoso, pesado, doce, adstringente, amargo, quente e potencializador do elemento fogo. Devido ao seu aspecto untuoso aumenta a elasticidade da pele. É antioxidante e muito benéfico para ser usado em crianças em fase de crescimento e idosos porque fortalece o sistema ósseo. Pode ser misturado a óleos essenciais (para uso externo) ou medicado com ervas, direcionando o efeito do tratamento.

Ghi (manteiga clarificada)
O ghi é a gordura da manteiga, amplamente usado no Ayurveda. É resfriante, leve, penetrante e o melhor veículo para ervas. Equilibra o elemento fogo no corpo.
Nutre o sistema nervoso, a libido, o sistema imunológico, alivia queimaduras e hidrata pele ressecada. Pode ser usado interna e externamente. Em pequenas quantidades, no uso interno, aumenta a capacidade digestiva.

Usos do ghi na gravidez: é um dos principais alimentos, pois seu uso interno em pequenas quantidades (1 colher de sopa no almoço e 1 colher de chá à noite) fortalece o sistema digestivo, nutre o bebê que está se formando e lubrifica os
canais do corpo da mulher.

1 comentários:

Nay Catarina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Obrigada por contribuir com seu comentário!
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
Se você tiver alguma pergunta pertinente ao tema do post é mais rápido e fácil ligar para 080-51427945(Japão).
Estamos dispostas a ajudar no que for preciso!